Colabore com o blogue

A partilha de informações e novidades são uma óptima forma de conhecermos melhor o local onde vivemos. Se tiver interesse em colaborar com o blogue, por favor envie as suas mensagens para o nosso contacto.
Para conseguirmos ter o que comprámos, é dever de todos os vizinhos zelar pelo cumprimento do plano de urbanização do Casal de Vila Chã e a correcção de erros já detectados.

Acompanhe os comentários a Promessas por cumprir.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Semáforos em Vila Chã: segurança versus trânsito e poluição (atmosférica e sonora) II

Exmo. Sr. Vereador Gabriel de Oliveira,

Foi com admiração que li a sua resposta à exposição sobre a semaforização na Urbanização Casal de Vila Chã: "a colocação de bandas sonoras em zonas residenciais irá prejudicar o descanso dos moradores"

Também eu sou morador na Urb. Casal de Vila Chã, num dos lotes junto a esta Avenida, e devo dizer-lhe que a sua resposta é absolutamente desajustada. Tal como refere estamos a falar de uma zona residencial onde os moradores têm o direito a descansar tranquilamente e não estar sujeitos ao ruído originado pelo excesso de velocidade praticado por quem atravessa esta avenida durante a noite. Asseguro-lhe que este tipo de ruído é bem superior ao que as lombas produzem e que muitas vezes nos tiram horas de sono.

De qualquer modo, recordo que não estamos a falar de bandas sonoras, como refere. Falou-se, isso sim, da colocação de lombas tipo trapezoidal (ex. imagem em anexo) e que foram adoptadas por alguns concelhos vizinhos. Desta forma teriamos os semáforos para controlar a circulação do trânsito no período de maior tráfego e durante a noite as lombas para evitar excessos de velocidade, que por sua vez causam ruído.

Ainda relativamente à semaforização só veio piorar a circulação do trânsito, tal como o video neste mesmo site tão bem demonstra. Espera-se no minimo que corrijam a temporização dos sinais para permitir um maior escoamento do trânsito na via principal, uma vez que as transversais não registam grande movimento.



Sem outro assunto, os melhores cumprimentos.


____
Nota: e-mail enviado por moradorvilacha @ hotmail.com para o Gabinete do Vereador Gabriel Oliveira, com o conhecimento do Gabinete da Presidência, Gabinete de Vereadores do PSD, Gabinete de Vereadores do PCP, Junta de Freguesia de São Brás, Junta de Freguesia da Mina e do nosso blogue


Mais informações em Semáforos em Vila Chã: segurança versus trânsito e poluição (atmosférica e sonora)

4 comentários:

Rui Monteiro disse...

A resposta do Vereador Gabriel Oliveira só demonstra que, afinal o importante na Amadora não são as pessoas!

Há muito que se defende este tipo de lombas para a nossa urbanização, mas a Câmara não nos ouviu. Pior, argumenta de uma forma muito leviana e nem apresenta um estudo que comprove a sua afirmação.

"Espalharam" Lombas deste género da Falagueira aos Moinhos da Funcheira, muitas delas mal feitas. Feitas à pressa, para mostrar trabalho, sem uma elevação das passadeiras standard, sem a união entre a lomba e o passeio, dificultando a "subida" para a passadeira das pessoas com carrinhos de bebés ou mobilidade reduzida.

Mas depois, para os jornais e "infomail's", dizem que as pessoas estão em primeiro lugar...

Ainda acreditam??

Eu disse...

Caro Rui Monteiro, faço das suas as minhas palavras. Não podia estar mais de acordo. No entanto, mesmo que mal feitas, lá vão obrigando os condutores a circular mais devagar. Só pedimos é que não voltem a repetir os mesmos erros em outros locais.

Rui Monteiro disse...

De acordo. Claro que obrigam os condutores a circular mais devagar. Não estou a por isso em causa, aliás sempre defendi as lombas sinusoidais como meio persuasor para automobilistas que não respeitam o código da estrada. Só como sou "perfeccionista", acho que deviam rever a situação o mais rápido possível e não repetir os mesmos erros.

Não acho normal ter de se ir duas vezes fazer o "mesmo" trabalho. Do mesmo modo que os Moloks e Ecopontos virão um dia à nossa urbanização, já depois de se ter a calçada posta. Vão fazer o mesmo trabalho duas vezes...

Falta Eficiência.

Kfilipe79 disse...

Antes demais concordo com os demais. Estou plenamente de acordo.

Mas temos de ceder ao antes ter algo do que não ter nada. Entre o ter assim assim, e o nao ter à espera do perfeito... prefiro o assim assim.

Os acidentes já diminuiram nos cruzamentos, não deixando ao livro arbitrio de cada um o momento de entrada num cruzamento sem visibilidade. Depois, os moradores da avenida principal sempre têm mais um tempinho para meter o carro nas garagens sem termos de ouvir uma "saudação" sonora.

Aos poucos e poucos lá vamos chegar... haja paciência até lá.