Colabore com o blogue

A partilha de informações e novidades são uma óptima forma de conhecermos melhor o local onde vivemos. Se tiver interesse em colaborar com o blogue, por favor envie as suas mensagens para o nosso contacto.
Para conseguirmos ter o que comprámos, é dever de todos os vizinhos zelar pelo cumprimento do plano de urbanização do Casal de Vila Chã e a correcção de erros já detectados.

Acompanhe os comentários a Promessas por cumprir.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Serão os semáforos a melhor solução?

Antes de mais, queria felicitar o(s) autor(es) do Blog, pela mais valia deste e pela variedade de temas que se têm abordado. Morando agora na urbanização, mas há mais de 20 anos em S. Brás, vejo este blog como um dos únicos sítios onde os moradores participam e discutem entre si, como melhorar o seu bem-estar e nível de vida, numa cidade que tem sido apelidada de "dormitório" desde a sua fundação.

E é com a ideia de lançar uma discussão no Blog e de tentar perceber quais as vantagens e desvantagens de cada opção que hoje escrevo.

Todos nós seguimos com bastante atenção os problemas (acidentes) que têm havido na estrada principal da urbanização. Acidentes estes que, por completo desrespeito pelo código da estrada por parte de alguns condutores, colocaram em perigo a sua e a vida dos outros. No dia 3 de Setembro obteve-se resposta do Vereador, dizendo que a solução é inserir semáforos.

Agora tentando promover o princípio da participação democrática eu pergunto, serão os semáforos a melhor solução?

Discordo, quando dizem que os semáforos têm como principal vantagem a redução de congestionamento, fazem exactamente o contrário, fazendo as pessoas perder tempo e a tentar encontrar todo o tipo de atalhos possíveis e imaginários para fugir deles, que aqui seriam as duas avenidas que acompanham paralelamente a avenida principal. Os semáforos na Amadora, têm "horário de funcionamento", estando normalmente desligados durante as horas com menos tráfego (noite/madrugada), também por questões de segurança (Carjacking), logo certos condutores voltariam a poder praticar as velocidades exageradas para a zona, pondo novamente em perigo os outros condutores e peões. Os semáforos, quando instalados, nunca conseguirão funcionar com controlo de velocidade, pois se as zonas críticas são os cruzamentos, os semáforos tinham se ser instalados nessas zonas, logo estes não poderiam funcionar para controlo de velocidade, pois os de controlo de velocidade são instalados em zonas sem cruzamentos.

Acho que poderá haver uma solução que resolve não só este mas também outro problema que a urbanização têm.

Algumas Câmaras, como a de Cascais, usam um tipo de lombas que, para além de fazer com que os condutores tenham mesmo de reduzir a velocidade, para não danificar o seu veículo, sinaliza as passadeiras (mais ou menos iguais à imagem em anexo.).

E se fazem reduzir a velocidade dos condutores, alertando para a passadeira que irão passar, fará com que estes entrem nos cruzamentos muito mais devagar.

Agora pergunto, não seriam este tipo de lombas uma solução muito melhor que os semáforos?


Com os melhores cumprimentos,
Rui Monteiro



____
Nota: e-mail enviado por Rui Monteiro

Mais informações em:
Acidentes na Urbanização de Vila Chã, e-mail enviado por Gabriel de Oliveira, Vereador da Câmara Municipal da Amadora, 03-09-2008
Segurança rodoviária nas zonas residenciais

11 comentários:

Vila Chã disse...

Caro Rui Monteiro,

Gostaria de lhe agradecer por levar à discussão o tema sobre a melhor solução para a (in)segurança rodoviária do nosso bairro. Quero dizer-lhe que, apesar de discordar com alguns pontos do seu e-mail, concordo com a solução que apresentou.

No primeiro e-mail enviado às entidades competentes referi "uma solução para diminuir a velocidade de circulação automóvel nas vias transversais à urbanização, nomeadamente a Avenida Fernando Valle, através de semáforos, ou lombas (não as tradicionais) ou até mesmo uma pequena rotunda no cruzamento da Avenida Fernando Valle com a Avenida Canto e Castro". Em resposta, depois de um segundo e-mail, o Vereador Gabriel Oliveira anunciou que a solução encontrada pela Câmara Municipal seria a semaforização. Sabendo que esta solução teria algumas desvantagens, expus que esta só seria "uma solução sensata, desde que o funcionamento destes tenha em conta a velocidade de circulação dos automóveis. Isto é, os referidos semáforos devem funcionar também como controlo de velocidade. Esta solução faz sentido porque tem como principais vantagens a redução de congestionamentos, a diminuição dos níveis de poluição (atmosférica e sonora), o ganho de tempo para automobilistas cumpridores e a economia de combustível".

Julgo que todas as soluções apresentadas no primeiro e-mail têm desvantagens. No entanto, a solução das lombas sinusoidais é aquela que no meu entender faz mais sentido num bairro residencial e a mais económica. Sei que alguns residentes não concordam com esta solução, porque não permitiria aos veículos em emergência um rápido atravessamento do bairro. No que diz respeito a este assunto, junto do bairro existe uma via por concluir que poderia perfeitamente ser utilizada para esse efeito e com muito mais segurança. Ler em http://vila-cha.blogspot.com/2008/09/110-metros-sem-palmeiras.html

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Lombas? é bom para quem tem viaturas de empresa que nao teem que pagar os arranjos, (amortecedores, etc. Como é que o Mundo se pode entender se só em Vila Cha as pessoas nao se entendem quanto a este problema que a meu ver se rsolveria simplesmente com mais 2 rotundas para alem da que ja existe ao fim da Rua F.Valle e que em termos de custos tb seria dos menos dispendiosos

Anónimo disse...

Também defendo a solução das lombas idênticas à da imagem, ao contrário das outras que
simplesmente não resultam. As rotundas também não seriam uma má solução.

A urbanização está a servir de atalho para muita gente, pelo que deviamos defender a circulação do trânsito pela avenida das palmeiras. O trânsito é excessivo e está a tornar-se incomodativo.

É a minha opinião...

Anónimo disse...

Estou completamente de acordo com a opinião do vizinho Rui Monteiro, em relação aos vários pontos levantados. De facto os semáforos, na minha opinião, não são a solução. Acho que quer a solução das lombas como das rotundas são uma excenlente solução.

LMVS71 disse...

A minha opinião é de colocarem lombas.
Também me parece que seria sensato pressionar a C.M.A. para que esta interceda junto do urbanizador para concluir a estrada que falta.
Moro no lote 2 e a rotunda em frente só serve para ouvir os pneus dos engraçadinhos do Tunning a circular em exibição a volta da mesma.
PS: Esclareço que não tenho carro da empresa.

flautinha disse...

Actualmente já existem semáforos que funcionam por células fotoeléctricas, ou algo parecido, ou seja: os sinais estariam verdes na artéria principal, sendo que ficariam vermelhos sempre que algum carro se aproximasse do outro sinal (da rua menos movimentada), quando todos os carros passassem, voltaria o sinal da rua principal a ficar verde, até que o processo se repita.

Quanto às lombas, devo dizer por experienência profissional, que são a melhor solução em termos práticos. Com lombas de certeza que não há mais acidentes! (Confiram o exemplo de São Marcos - Cacém na sua extensa avenida do Brasil) Existe é o inconveniente dos carros e seus acessórios.

Joaquim disse...

As rotundas parecem baratas mas, de facto, ficam muito caras. Não há rotunda sem relva, jardim, escultura, etc, coisas dispendiosas e de elevados custos de manutenção.

Portanto, concordo com a ideia de que este tipo de lombas é a melhor solução. Estas lombas só danificam os carros que passem sobre elas a velocidades acima do permitido, pois todos os veículos têm amortecedores capazes de resistir naturalmente a este tipo de obstáculos, desde que em velocidade apropriada e sem desgaste extraordinário.
A verdade é que somos todos condutores experientes, extremamente cautelosos e cumpridores, sem nada a ver com os "outros" que têm acidentes. AH! e temos sempre muita pressa. Por isso lombas, não!
Digo: Lombas sinusoidais SIM!

Anónimo disse...

Boa Noite a todos,

Podem-se mencionar mil e uma opções para este problema, agora justificar a não colocação de lombas só porque danifica os amortecedores, não me parece muito sensato. Eu moro junto ao cruzamento do BPI e não me importaria que colocassem lombas sinusoidais, mesmo implicando que todos os dias, tivesse que passar por cima delas. É só a minha opinião.

André

Anónimo disse...

Boa noite a todos,
Parece-me que está aqui criada uma discussão sem discussão....
O primordial é acabar com a sinistralidade e aumentar a segurança das pessoas, assim, não tenham dúvidas que as referidas lombas sinusoidais são a melhor solução técnica para a redução da velocidade automóvel. Estas são inofensivas aos automóveis que circulam a velocidades permitidas nas localidades, acabam com corridas e exibições de "xuning", também reduzem o ruído ambiental e sem dúvida é a solução mais rápida sensata e económica.
Semáforos é igual a perdas de tempo, mais poluição e mais ruído.
Rotundas é igual a dinheiro mal gasto pois são caras, e servem para os exibicionistas do "xuning" se servirem delas.
Cumps.

Hugo disse...

Também concordo que os sinais não são a melhor solução. Mesmo com estes ainda desligados, já tive oportunidade de observar ao final da tarde condutores na duvida se o sinal estaria ligado ou desligado uma vez que com a incidência directa do sol, criava essa duvida.

Para além disso os sinais nessa avenida, pouco resolvem o problema, uma vez que o que vai fazer é levar os aceleras a alterar o percurso dentro do nosso bairro para uma das artérias paralelas. E depois o que fazer? Colocam um semáforo em cada rua? Não me parece viável. Aumenta o transito rodoviário, aumenta consumo de energia eléctrica, e não resolve o problema.

Retirem os semáforos e coloquem lombas. Mas não daquelas lombas pequenas que parece que um carro se vai partir todo. Coloquem daquelas mais longas como as da imagem, que servem igualmente para identificar as passadeiras que cumprem também o objectivo de obrigado a abrandar os automóveis. O carro que não abrandar com essas lombas quase que levanta voo, os que abrandam ou vão a velocidade moderada pouco ou nada são afectados.

Nuno Sá disse...

Caros,

A solução das lombas parece-me a mais indicada, nunca vi um carro ter de mudar de suspensões ou amortecedores por causa de lombas como as da fotografia. Além de que não gastam electricidade, semáforos 24h por dia a funcionar é mais CO2 para a atmosfera, maior dependência energética do exterior etc e tal...

Parece que o lobby dos semáforos está a ganhar terreno, agora estão em todo o lado nesta cidade e tornam em muitos sítios o transito num inferno.