Colabore com o blogue

A partilha de informações e novidades são uma óptima forma de conhecermos melhor o local onde vivemos. Se tiver interesse em colaborar com o blogue, por favor envie as suas mensagens para o nosso contacto.
Para conseguirmos ter o que comprámos, é dever de todos os vizinhos zelar pelo cumprimento do plano de urbanização do Casal de Vila Chã e a correcção de erros já detectados.

Acompanhe os comentários a Promessas por cumprir.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Novas aberturas parciais da CRIL

Abrem ao tráfego dia 21 de Outubro a partir da 12H00 as ligações à superfície da plena via da CRIL entre os Nós de Alfornelos e da Pontinha, bem como as ligações da antiga Estrada da Correia. Abertura parcial do Nó de Benfica e a ligação deste à Avenida Condes Carnide, em Lisboa, assim como as ligações e os Nós de Pedralvas e Portas de Benfica na Amadora.

Uma vez que a obra não se encontra concluída na sua totalidade os novos troços não estarão ainda abertos na capacidade máxima das vias, funcionando em articulação com os desvios provisórios necessários pela programação dos trabalhos na zona de obras ainda em curso.

Este Plano de Aberturas Parciais prossegue em Dezembro próximo estando prevista a conclusão da restante ligação da antiga Estrada da Correia e a conclusão do Nó de Benfica.

_____
Fonte: InfoCRIL, 20-10-2009


Mais informações em CRIL: Novas ligações abertas hoje ao trânsito

2 comentários:

flautinha disse...

boa noite,

alguém me pode explicar melhor estes nós?
é que tenho alguma dificuldade em me situar geograficamente.
Eu vou de São Brás para a Buraca, e queria saber se já posso utilizar a CRIL

Vila Chã disse...

Cara "flautinha",

Neste momento ainda não é possível sair no nó da Buraca, vindo de São Brás, apenas foi aberto o nó de Alfornelos. Se entrar no IC16, junto a São Brás, descendo, pode entrar na CRIL, mas poucas centenas de metros vai fazer para sair no nó de Alfornelos.

Para quem vai para Lisboa, nomeadamente para a zona centro, com a saída no nó de Alfornelos pode ganhar alguns minutos.

Realço que ainda não tive a oportunidade de o experimentar. Talvez amanhã!

Cumprimentos.